Translate

sábado, outubro 26, 2013

RIO DE JANEIRO VENCE A QUARTA SEGUIDA NA SUPERLIGA 13/14

(Imagem: Irene Egler/Divulgação)
O técnico Bernardinho havia avisado que o São Caetano seria um adversário complicado. E a experiência do treinador comprovou-se. A equipe paulista veio ao Rio de Janeiro e endureceu o jogo diante do Rio de Janeiro . No entanto, apoiado pelos mais de 600 torcedores presentes ao ginásio do Tijuca Tênis Clube, o time carioca superou as adversidades e venceu por 3 sets a 1 (21/16, 21/17, 16/21 e 21/19).
 
Regiane, autora de 13 pontos, foi eleita a melhor da partida, que teve outros destaques. Amanda com seu saque bem colocado ajudou bastante a equipe no primeiro set, quando o placar mostrava 16/16. Foi o primeiro passo para a vitória.
 
“Temos sempre que estar preparadas para quando formos chamadas. E eu sempre espero que o Bernardo me coloque para sacar, é uma prática dele. Entrei no lugar da Branca (Mihajlovic), que saca muito bem, e deu certo. Conseguimos abrir uma boa vantagem e fechamos, com a Régis (Regiane) virando as bolas na rede. Partidas decisivas deixam todo mundo tenso e nesse momento demos aquela respirada”, disse Amanda, explicando a importância de um jogo complicado como o desta sexta para o restante da temporada.
 
“O São Caetano é um time muito bem montado. Elas vieram fortes para o jogo de hoje e pudemos, com isso, nos testar. Vimos o que o time pode dar em momentos complicados. Elas exigiram da gente muita concentração, paciência e condicionamento”.
 
Mais experiente e maestrina da equipe, Fofão tem opinião semelhante à de Amanda. De acordo com a levantadora todo teste é válido, ainda mais no início de temporada.
 
“Foi a primeira situação em que tivemos que mostrar reação. Fomos pressionadas o jogo todo e isso é importante para vermos em que condição estamos. Perdemos um set e não nos mostramos abatidos”, finalizou Fofão.
 
O próximo compromisso do Rio de Janeiro será diante do Rio do Sul, nesta segunda-feira (28.10), às 20h15, fora de casa.