Translate

sexta-feira, dezembro 20, 2013

Mostrando bom futebol, Brasil vence a Suíça na estreia da Copa das Nações

Time de Junior Negão enfrentará
o Uruguai(Foto: Armando Artoni)
Boa vitória e, principalmente, bom futebol. O Brasil estreou com o pé direito da III Copa das Nações, derrotando a Suíça por 6 a 4 (gols de Bruno Xavier (2), Sidney, Lucão, Mauricinho e Datinha, para os brasileiros, Stankovic (2), Schirinzi e Meier, para os suíços), na tarde desta sexta-feira, dia 20, em confronto válido pela primeira rodada da competição, na Praia de Boa Viagem, em Recife (PE). Antes, abrindo a competição, Portugal goleou o Uruguai por 7 a 1 (gols de Jordan (3), Fonseca (2), Madjer e Lúcio, para os portugueses, e Ricar, para os uruguaios). Em busca do tricampeonato do torneio, a Seleção Brasileira mostrou categoria para vencer os europeus e volta à quadra neste sábado, dia 21, às 11h (horário de Recife / 12h no horário de Brasília), para enfrentar o Uruguai. Às 9h45min (horário de Recife / 10h45min no horário de Brasília), Portugal e Suíça medem forças. Bruno Xavier exaltou a vontade da equipe e dedicou a vitória aos pernambucanos.
- Todos estão de parabéns pela entrega, pela raça, pela vontade em quadra. O Brasil fez um grande jogo, vencemos uma excelente equipe, a Suíça é um time de muita qualidade, perigosa, que marca forte. Conseguimos manter a tranquilidade, buscar os espaço para construir o placar e sair daqui com um resultado positivo. Chegamos aqui em Recife há uma semana e o carinho, a acolhida que recebemos do povo de Recife foi maravilhosa. Essa vitória é para eles - afirmou o capixaba.

- Temos um time muito novo, que acaba se perdendo um pouco pelo nervosismo. Isso aconteceu quando tomamos os gols do Brasil. Essa calma, essa tranquilidade vem com a experiência, e precisamos melhorar a concentração - comentou Meier, autor de um dos gols da Suíça, que é filho de mãe brasileira. - Até para comemorar um gol contra o Brasil é difícil para mim, porque a minha família é daqui e gosto muito dos brasileiros. Pena que saímos com derrota, vamos tentar a recuperação contra Portugal.


BRASIL 6 x 4 SUÍÇA - O Jogo

Recife amanheceu com a triste notícia do falecimento Reginaldo Rossi e, antes do início da partida do Brasil, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem póstuma ao ‘Rei do Brega’. Com bola rolando, o Brasil contava com a força dos pernambucanos, que compareceu em bom número e encheu as arquibancadas. Contra uma marcação forte, a Seleção Brasileira buscava no toque de bola os espaços para chegar ao ataque. Mas foi a Suíça quem marcou primeiro. Stankovic recebeu lançamento longo e matou no peito, ajeitando para a chegada de Schirinzi: 1 a 0, aos 3’12". O gol não assustou os brasileiros, que tiveram boas oportunidades de empatar com Datinha e Buru. Aos 8’40", Mauricinho acertou a trave de Valentin. Mão evitou o pior quando Borer acertou um bonito chute de bicicleta e o camisa 1 fez defesa sensacional. A 59 segundos do gim, Lucão, estreante na seleção principal, fez o trabalho de pivô e rolou para Bruno Xavier encher o pé, no ângulo: 1 a 1.

Veio o segundo período e Bruno Xavier mostrou porque é o ‘Melhor do Mundo’ de 2013 virando o jogo de bicicleta: 2 a 1, aos 3’32", levantando a torcida. Mauricinho quase ampliou batendo de longe, mas a bola explodiu no travessão. No contra-ataque, aproveitando uma bobeada da defesa brasileira, Meier deixou tudo igual novamente: 2 a 2, aos 4’34". O Brasil tinha o domínio, ditava o ritmo de jogo e Mauricinho, em cobrança de falta, fez mais um: 3 a 2, aos 5’31". Sidney fez mais um, aos 8’47", completando para o gol vazio o cruzamento de Xavier: 4 a 2. Dos pés do estreante Lucão saiu o quinto. O novato aproveitou o rebote de Valentin no chute forte de Fernando DDI para aumentar: 5 a 2, aos 10’58", definindo o placar da etapa.

Era tudo ou nada para os suíços no último tempo. Esbarrando no bom posicionamento dos brasileiros, os europeus não encontravam espaços para chegar ao gol de Mão. A saída era apostar nos chutes de longe ou nas bolas paradas . E foi assim que Stankovic diminuiu, cobrando falta frontal, sem chances para Mão: 5 a 3, aos 3’21". Antes mesmo que a Suíça tentasse uma reação, Datinha fez mais um, aproveitando uma ‘cochilada’ do goleiro Stalder, que não percebeu a chegada do maranhense e viu o camisa 10 roubar a bola e empurrar para o fundo das redes: 6 a 3, aos 5’01". Stankovic, novamente cobrando falta frontal, diminuiu para a Suíça em chute forte: 6 a 4, aos 7’22". Com a vantagem no placar, o Brasil passou a tocar a bola, valorizando a posse e fazendo o relógio andar para garantir a vitória, a invencibilidade de 12 jogos contra a Suíça e de sete partidas na competição.

TABELA DA COPA DAS NAÇÕES
SEXTA-FEIRA (DIA 20)
Uruguai 1 x 7 Portugal (jogo 1)
Suíça 4 x 6 BRASIL (jogo 2)

SÁBADO (DIA 21)
9h45min - Portugal x Suíça 
11h - BRASIL x Uruguai

DOMINGO (DIA 22)
7h30min - Uruguai x Suíça
9h15min - BRASIL x Portugal