Translate

sábado, setembro 13, 2014

Gaúcho no México

Foto:AFP
Por: Raphael Pessanha

Ele começou no Grêmio, conquistou a Europa e o mundo antes de voltar ao Brasil e conquistar a Libertadores e a Recopa Sul-Americana pelo Galo Mineiro. Um jogador que foi capaz de fazer a torcida do Real Madrid aplaudido de pé enquanto atuava pelo maior rival, Barcelona, em pleno Bernabeu lotado. Um craque que participou do último título mundial da Seleção Brasileira em 2002. Um gênio que foi homenageado no Camp Nou recebendo o troféu Joan Gamper e saindo na foto da equipe do Barcelona enquanto vestia a camisa do Milan.
   R10 encara um novo desafio em sua carreira. Agora no tímido Querétaro do México, o meia de 34 anos tentará levar o clube ao seu primeiro título mexicano em 64 anos de existência. Só o tempo dirá se Ronaldinho será ovacionado pelos torcedores Albiazuis com atuações memoráveis, ou sairá pela porta dos fundos como aconteceu no Flamengo quando teve o rompimento de seu contrato com o time carioca junto à justiça.
    Fãs ou não do futebol do gaúcho, a maioria espera que Ronaldinho possa brilhar e trazer alegrias ao povo mexicano e brasileiro, naquilo que aparentemente apenas parece ser mais um "golpe de génio" de seu irmão e empresário Assis.