Translate

sábado, março 23, 2013

Bebeto e Seedorf apresentam a taça da Liga dos Campeões em evento de patrocinadora no Rio

Os astros Bebeto e Seedorf  cmpareceram para contar suas
experiências na Liga dos Campeões (Foto: Mírian Barbosa)
Enquanto a final da Liga dos Campeões não chega, a patrocinadora oficial do campeonato promove o 'Trophy Tour', evento que apresenta o troféu de uma das ligas mais glamourosas do mundo e que visita o Rio de Janeiro em 2013 nos dias 23 e 24 de março e parte para outras duas cidades do mundo (Kinshasa, República Democrática do Congo e Jakarta, Indonésia) antes de chegar em Wembley para a finalíssima. Para apresentar este troféu tão disputado nada menos que dois jogadores muito renomados,os escolhidos foram: Bebeto, ex jogador do La Coruña e seleção brasileira e Seedorf, tetracampeão da Liga dos Campeões por Ajax, Real Madrid e Milan.
O evento teve a apresentação do jornalista Marcelo Duarte do canal por assinatura ESPN Brasil, em um primeiro momento Seedorf e Bebeto, além dos representantes da patrocinadora oficial do evento responderam as perguntas do apresentador.
Os jornalistas fizeram um bate-papo sobre Liga dos Campeões (Foto: Mírian Barbosa)

 Na segunda parte, um pequeno bate-papo sobre a Liga dos campeões foi criada entre jornalistas e os jogadores que responderam sobre outros assuntos que você poderá acompanhar abaixo:

Bebeto você jogou a Liga dos Campeões pelo La Coruña e quase conquistou esta taça conte como foi ?


R: Eu cheguei em uma fase onde o time estava fraco e brigava para permanecer na primeira divisão do espanhol, mas depois foi um grande crescimento e ainda cheguei com o Mauro Silva e outros contratados que ajudaram muito. Em 94 jogamos contra o Borússia no Riazor e vencemos eu até fiz o gol, bonito por sinal e na partida de volta eu fiquei com pneumonia joguei a partida toda e perdemos por 3 a 1 se não me engano e ficamos triste demais, eu vinha jogando bem, fazendo muitos gols e por causa da pneumonia perdemos o jogo e eu não conquistei essa taça.

Seedorf, você já é tão íntimo desta taça que chama ela pelo apelido. Qual dos quatro títulos foi o mais importante pra você ?

R: Difícil, é como ter quatro filhos e não tem como achar um mais importante que o outro, cada um tem a sua história. No Ajax foram mais de não sei quanto tempo sem ganhar a taça, no Real Madrid foram mais de 30 anos sem vencer, você pode imaginar a situação da cidade de Madrid. Com o Milan pra mim é especial porque eu troquei a Inter pelo Milan e foi uma revanche esportiva muito importante e a dificuldade de 2007 pelo fato dos times como Juventus terem caído e ter um problema sério naquele ano na Itália.

Quem vai ganhar esse ano Seedorf ?

R: Acredito que uma dessas oito classificadas né (risos).

Seedorf  foi a grande atração pelo seu retrospecto na Liga (Foto: Mírian Barbosa)

Seedorf você esperava todo este carinho e respeito dos torcedores até dos times adversários que te denominaram como classudo ?

R: Eu estou muito feliz e pra mim é uma honra de ter essa relação com o torcedor brasileiro, uma coisa que eu quero fazer é trocar, com profissionalismo no campo, trabalho, sinceridade e muito prazer.
Transmitir alegria de jogar futebol

Bebeto, qual a importância desta visita do 'Trophy Tour' aqui no Rio de Janeiro ?

R: Para nós brasileiros é muito importante ter essa taça tão desejadas por todos os jogadores e tê-la pela segunda vez a gente fica orgulhoso e feliz. O torcedor brasileiro adora a Liga dos Campeões, que é o segundo campeonato mais importante do mundo e é sempre prazeroso ter essa taça conosco.