Translate

quinta-feira, março 28, 2013

Bolt surge como um raio em coletiva e quer conhecer Neymar, mulheres e ovo de Páscoa

 Usain Bolt chegou atrasado e com sono na coletiva
sobre o Desafio Mano a Mano (Foto: Mírian Barbosa)
Nesta quinta-feira, (28), os atletas estrangeiros que participaram do Desafio Mano a Mano deram uma entrevista coletiva, além dos atletas, compunham a mesa de coletiva, o representante da organizadora do desafio e o secretário municipal de esporte e lazer e presidente da Suderj, André Lazaroni.
A coletiva começou com algumas perguntas da mediadora, ela perguntou a Jerome Singleton sobre sua vinda ao Rio e o campeão mundial de 2011 respondeu dizendo ser um prazer estar novamente na cidade, pois já havia disputado o Pan de 2007. Logo depois foi a vez de Daniel Bailey responder sua pergunta, sorridente e feliz  ele disse estar curtindo tudo junto de pessoas que ele gosta muito como, Bolt, Jerome Sigleton e que é um prazer estar aqui. A coletiva corria normalmente quando de repente "como um raio" surgiu Usain Bolt diante dos jornalistas, e sem disfarçar seu sono ele sentou-se á mesa de coletiva e roubou todas as atenções com perguntas somente para ele. Com uma gama de variedade de perguntas ele respondeu sobre o fechamento do Engenhão e arrancou risadas ao revelar o que pretende conhecer durante sua estada no Rio de Janeiro: Praia, as mulheres e Neymar, além de ir a discoteca e comer ovo de Páscoa. O jamaicano estava animado para correr na pista montada no cartão-postal carioca e quando foi perguntado sobre o fechamento do Engenhão, onde ocorrerá as provas do atletismo no Rio 2016, ele mostrou o seu lado político.
Daniel Bailey (á esquerda), Jerome Singleton (no centro)
presidente da Suderj André Lazaroni (á esquerda) (Foto: Mírian Barbosa)


- Os Jogos vão começar daqui a três anos. Terá tempo para acertar isso até lá. Problemas como esses acontecem em qualquer lugar do mundo - minimizou.
O campeão dos 100m, 200m e do revezamento 4x100m também mostrou seu lado irreverente e arrancou risada dos jornalistas quando revelou que vindo ao Brasil, ouviu a piada de que viria conhecer as mulheres brasileiras.
Os velocistas com suas identificações para o desafio de domingo
(Foto: Mírian Barbosa)