Translate

sexta-feira, fevereiro 21, 2014

Bruno e Peya perdem para colombianos na semifinal e estão eliminados

Brasileiro agora vai pra São Paulo(Foto: Divulgação)
Bruno Soares e seu parceiro, o austríaco Alexander Peya, acabaram com as esperanças da torcida de ver uma final brasileira nas duplas do Rio Open. Eles não tiveram um bom dia e estão fora do torneio. Bruno e Peya perderam dos colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2. A segunda melhor dupla do mundo, cabeça de chave número 1 no Rio, teve 12 chances de quebrar o serviço de Farah e Cabal, mas não conseguiu aproveitar. "Estou decepcionado, é dolorido perder em casa. São poucas vezes que temos a chance de jogar na frente da nossa torcida. Levantar a taça aqui é muito diferente do que lá fora", lamentou Bruno, chateado por não ir à final do ATP 500.



Bruno e Peya, vice-campeões do US Open 2013, têm dois vice-campeonatos nesta temporada, em Auckland e Doha.  Os colombianos, que também surpreenderam os espanhóis Marc López e Marcel Granollers, nona melhor dupla de 2014, na rodada anterior,  foram finalistas em Brisbane e Viña del Mar e conquistaram o título do Challenger de Bucaramanga, na Colômbia. "Nosso jogo não 'entrou' hoje. Quando eu melhorava, ele não, e vice-versa. E eles também tiveram os méritos, sacaram muito bem", acrescentou Bruno, o terceiro melhor duplista do mundo.



Foi a primeira derrota de Bruno no Brasil em quatro anos. A última havia sido em fevereiro de 2010, no ATP 250 da Costa do Sauípe. Desde então, ele acumulou 12 vitórias em torneios 250, três em Copa Davis e mais duas neste Rio Open. No período, alternou parceria com o brasileiro Marcelo Melo, o norte-americano Eric Butorac, e seu atual parceiro, o número 4 do mundo.



Os adversários de Farah e Cabal na decisão deste sábado saem da partida entre David Marrero e o brasileiro Marcelo Melo e Daniele Bracciali e Fabio Fognini.