Translate

domingo, fevereiro 23, 2014

Nadal vence Dolgopolov por 2 sets a 0 e é campeão do Rio Open

Nadal mordeu seu 62º troféu da carreira e manteve
sua superstição(Foto:Lu Valiatti/Jogada Ensaiada)
O tenista número um do mundo, Rafael Nadal, escreveu mais um importante capítulo de sua história neste domingo. Na decisão do Rio Open, o espanhol provou mais uma vez que se sente em casa no Brasil. Com a Quadra Central lotada a seu favor, Rafa conquistou seu 62º troféu da carreira depois de vencer o ucraniano Alexandr Dolgopolov em parciais de 6/3 e 7/6(3). O troféu foi entregue ao octacampeão de Roland Garros pelas mãos de outro grande campeão do saibro francês: Gustavo Kuerten.

"Estou muito contente de ter conquistado este título. Hoje evidentemente joguei melhor do que ontem, fiz um partida sólida, atacando desde o primeiro golpe e busquei incomodá-lo durante toda a partida. O mais importante é voltar a competir em alto nível e vencer aqui, um lugar tão especial, depois de um bom tempo de recuperação", disse o espanhol.

Nadal sofreu e venceu no tie break
(Foto: Lu Valiatti/Jogada Ensaiada)
Além de já ter lugar cativo entre os maiores da história, Nadal também segue em busca de todas as marcas do esporte, se aproximando a cada semana de outras lendas. O 62º troféu o coloca a apenas dois de Pete Sampras e Bjorn Borg, hoje em quinto lugar entre os maiores campeões da Era Aberta. O Rei do Saibro também soma seu 43º título nesta superfície, ficando a apenas três de se tornar o maior de todos os tempos, feito do argentino Guillermo Villas.

Perto de somar ainda mais feitos a sua galeria, o canhoto de Mallorca mantém a humildade. "Não posso falar sobre estes números nem se chegarei a eles, neste momento ganhei um título muito importante aqui no Rio e sigo escrevendo minha história. Todos estes servirão de estatística quando me retirar, aí poderemos dizer onde cheguei", disse ele.
Com o título da primeira edição do Rio Open, Nadal agora tem impressionantes 16 vitórias e apenas uma derrota na temporada 2014 (ele só foi derrotado na decisão do Australian Open). O espanhol segue invicto no Brasil, onde havia levantado um troféu na Costa do Sauípe 2005 e em São Paulo 2013. Ao todo, são 14 vitórias consecutivas em terras brasileiras.

O espanhol também lembrou mais uma vez de sua conexão especial com o público brasileiro. "O Brasil tem sido um país especial pra mim, todas as vezes que estive aqui as pessoas me trataram muito bem. O que sempre me marcou aqui foi a experiência única de jogar com quadra lotada. O público latino-americano é muito especial, muito próximo e carinhoso", completou o campeão do Rio Open, que agora disputa o ATP 250 de Acapulco, no México.

Na cerimônia de premiação, Nadal elogiou a estrutura e organização do torneio. O troféu foi entregue ao octacampeão de Roland Garros pelas mãos de outro grande campeão do saibro francês: Gustavo Kuerten. Ao final, Rafa ainda deixou um último recado ao público que o apoiou nestes nove dias de Rio Open: "Até o ano que vem!".