Translate

sexta-feira, fevereiro 07, 2014

Presidente do América esclarece fim da parceria com ODS Sports

O novo presidente do América deixou boas informações do porque
da mudança no Mecão (Imagem: Raffa Tamburini / SportVoice)
Em uma reunião que aconteceu no Teatro Max Nunes, na noite desta quinta (06), o presidente do America Football Club, Léo Almada, esclareceu com detalhes o fim da parceria com a empresa que co-gerenciava o futebol profissional do clube, a ODG Sports. Em relação ao assunto, também embasaram o esclarecimento do presidente no encontro o Vice-presidente de Futebol, Moreno, o presidente do conselho deliberativo do clube, Neil Chaves, e o corpo jurídico do America.

Em seu depoimento o presidente do Mecão citou que o motivo mais contundente foi o não cumprimento de uma obrigação da empresa, o que, de acordo com o contrato, acarretaria no fim da parceria com o clube. “Uma das cláusulas, a mais importante delas, dizia que no dia 30 de janeiro a ODG Sports teria que efetuar um depósito no valor de 140 mil reais na conta do America. Isto não foi feito e não recebemos ao menos uma ligação ou e-mail justificando o não cumprimento desta obrigação. Assim, como no contrato dizia que o não cumprimento desta cláusula poderia acarretar no rompimento da parceria, optamos pelo melhor para o America, que era não continuar com a ODG”, disse.
O presidente também comentou que a empresa sequer providenciou verba para a inscrição dos atletas na Série B do Campeonato Carioca, esta que tinha prazo limite o dia 3 de fevereiro. “O prazo para a inscrição dos jogadores se expirava na segunda (03). Então se o America não inscreve-se seus atletas até aquela data não disputaria o campeonato carioca. Esperamos, até às 15h de segunda (03), que a empresa desse o valor correspondente às inscrições dos atletas, o que não aconteceu. Então providenciamos, com alguns americanos que nos ajudaram, a quantia para não envergonharmos o nosso torcedor. No mesmo dia, à noite, resolvemos romper a parceria e notificamos seu fim ao presidente da ODG, por telefone”, revelou Léo Almada.
Por fim, Léo falou sobre a permanência dos atletas e da comissão técnica americana para o Estadual. “A comissão técnica e os jogadores tem contrato assinado e continuam funcionários do America. Me encontrei com eles nesta manhã (06), em Mesquita, e disse que só joga no America quem quiser se esforçar e honrar a camisa do clube. Então ninguém pediu para sair, pelo contrário, todos disseram que queriam continuar no elenco. Em relação ao Gilberto,  ele me pediu para conversarmos na segunda-feira (10), não sei o que ele quer dizer, mas vou ouvi-lo e aguardo sua resposta quanto ao seu desejo de permanecer ou não no clube” concluiu o presidente do America Football Club.