Translate

sábado, fevereiro 15, 2014

Sorteio em shopping carioca define as partidas da chave principal do Rio Open

Destaque para as partidas de Schiavone
contra Dominguez(Foto: Bruno Avilla)
Ficou definido neste sábado, em sorteio realizado, todos os confrontos da primeira rodada da chave principal do Rio Open. O sorteio ocorreu em um Shopping da Zona sul e contou com a presença dos brasileiros Thomaz Bellucci e Teliana Pereira.

 O número um da ATP, o espanhol Rafael Nadal, estreará no Rio de Janeiro diante de seu compatriota Daniel Gimeno-Traver, número 84 do mundo. Os dois se encontraram apenas duas vezes no circuito profissional, com duas vitórias para o octacampeão de Roland Garros. Já o outro principal favorito da chave, o também espanhol David Ferrer, cabeça-de-chave 2 e atual quinto melhor do mundo, estreia contra o francês Jeremy Chardy, contra quem tem retrospecto de cinco vitórias e uma derrota.

Na chave feminina, a favorita tcheca Klara Zakopalova (34ª) estreia diante da colombiana Mariana Duque-Marino, enquanto a cabeça-de-chave dois, a italiana Francesca Schiavone, 43ª do mundo, enfrenta na primeira rodada a espanhola Lourdes Dominguez Lino.

Entre os brasileiros, todos ficaram do mesmo lado da chave, tanto no ATP 500 quanto no WTA Internacional.

Na chave masculina do maior torneio da América do Sul, o número um do país, João Olavo Souza, o Feijão, inicia diante de um qualifier, a ser definido neste domingo. Já o gaúcho Guilherme Clezar abre sua participação contra o argentino Federico Delbonis.

O paulista Thomaz Bellucci, número 122 da ATP e também convidado da organização, enfrenta um velho conhecido: o colombiano Santiago Giraldo (57º), contra quem já jogou seis vezes, venceu duas e foi derrotado quatro.

"Conheço ele bem, já joguei muitas vezes contra ele, é um jogador bem perigoso, e é sempre um jogo complicado. Jogar em casa é uma grande vantagem, espero que a torcida apoie bastante, as condições estão muito boas pra mim, vou entrar concentrado pra fazer o meu melhor", disse Bellucci, que treinou com Rafael Nadal neste sábado com quadra lotada.

"Foi muito bom sentir a energia de uma quadra lotada e a intensidade do jogo dele. Espero sentir o mesmo na estreia", completou.

A única representante do Brasil a entrar direto na chave, a número um do País no ranking mundial Teliana Pereira (92ª da WTA), enfrenta na estreia a quarta favorita do torneio, a romena Alexandra Cadantu. Teliana venceu a adversária no único confronto até aqui.
"Conheço ela muito bem, apesar de ter jogado contra ela há muito tempo (no ITF de Atenas, em 2007) treinamos juntas várias vezes no circuito. Sei que todos os jogos vão ser duros, então espero estrear bem", disse a brasileira.

Entre as brasileiras convidadas, Beatriz Haddad Maia enfrenta a polonesa Katarzyna Piter, Paula Gonçalves espera sua adversária que virá do qualificatório, e Laura Pigossi enfrenta a espanhola Silvia Soler-Espinosa.

Rogério Dutra Silva e Gabriela Ce estão a uma vitória da chave principal do Rio Open


O Brasil pode ter mais dois representantes no Rio Open. Rogério Dutra Silva e Gabriela Ce venceram suas partidas neste sábado, pela primeira rodada do qualifying, e precisam de outra vitória neste domingo para garantirem a vaga na chave principal do maior torneio de tênis da América do Sul. O evento, o único do continente a reunir simultaneamente um ATP e um WTA, está sendo disputado no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro.A entrada para a rodada final do quali neste domingo é gratuita no JCB.

Rogerinho bateu o argentino Facundo Arguello por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2, em 1h26 de partida, e Gabriela precisou de três sets para derrotar a polonesa Paula Kania por 6/3, 2/6 e 7/5, em 2h19. Para se juntar a Thomaz Bellucci, João Olavo Souza e Guilherme Clezar na chave principal da etapa brasileira do ATP 500, o tenista paulista, atual 151º do ranking mundial, terá de derrotar o sérvio Dusan Lajovic, 99º colocado. A gaúcha, nº 301 da WTA e única tenista brasileira a vencer na 1a rodada do quali, terá pela frente a romena Irina Camelia Begu, atual 144º.

Tanto Rogerinho como Gabriela comemoraram o oportunidade de participar de um torneio de nível alto no Brasil. "O Brasil merece um torneio deste tamanho, o brasileiro é apaixonado por tênis também, e o evento, com esta estrutura, vem pra premiar esses anos de trabalho a favor do nosso esporte. Espero seguir no mesmo ritmo pra tentar 'furar' o quali amanhã (domingo)", disse. "Procurei usar o apoio da torcida, a atmosfera de um torneio em casa a meu favor", contou Gabriela, treinada pelo ex-jogador Fernando Roese.

"Muito bom voltar a vencer depois de um bom tempo parado por lesão, e em um torneio como este. Acho que o Brasil merece um torneio deste tamanho, o brasileiro é apaixonado por tênis também e o Rio Open, com esta estrutura, vem pra premiar esses anos de trabalho a favor do nosso esporte. Espero seguir no mesmo ritmo pra tentar furar o quali amanhã", disse o Rogerinho.

A rodada que definirá os últimos quatro jogadores a entrar na chave masculina e as seis jogadoras da feminina começa às 10h, neste domingo. Os portões abrem às 9h e a entrada nos jogos do qualifying é gratuita.