Translate

sábado, julho 19, 2014

ONG realiza debate sobre direito desportivo e bases do futebol feminino no Rio de Janeiro

Aurea Lucia Santana
Rio de Janeiro


Debatedores reunidos discutindo sobre a
igualdade no futebol(Foto: Aurea Lucia Santana)
"Quando começamos a fazer um prédio, começamos pela base", foi assim que René Simões iniciou seu discurso no debate sobre Direito Esportivo e a Importância da Categoria de Base no Futebol Feminino, que aconteceu no Museu da República, localizado no Catete.Foram abordados diversos assuntos inclusive o preconceito vivido por meninas no futebol, a não valorização do esporte no Brasil e a importância da educação para esses atletas e os direitos.

Foi consenso entre os debatedores o fato de que as escolas podem incentivar seus alunos, com atividades voltada para as meninas, principalmente o futebol. Um dos objetivos deste incentivo seria, acabar com o paradigma de que "jogador é burro", entre os debatedores a opinião de que futebol e educação andam lado a lado foi unânime. 


René Simões falou sobre sua experiência
com o futebol feminino
Renê comentou sobre o Centro de Treinamento de Futebol Feminino que será inaugurado em Foz do Iguaçu e revelou que outros deste mesmo modelo serão instalados na região Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Além de Renê Simões o grupo de debate tinha Rogério Duarte, professor de Educação Física; Lorinho, professor dos bairros, onde dá aula de futebol na Rocinha, no Morro do Chapadão; Rogério Duarte, ex-preparador físico da CBF e Thais Santos, professora de projeto em Duque de Caxias com futebol feminino.