Translate

sexta-feira, setembro 27, 2013

RAIA RÁPIDA: CHEGOU A HORA DO DESAFIO!

Manaudou foi um dos mais requisitado para
responder perguntas na coletiva (Foto: Satiro Sodre) 
A natação como o brasileiro nunca viu. O Desafio Piraquê Raia Rápida promoverá neste domingo, 29 de setembro, às 9h30, o encontro de alguns dos nadadores mais rápidos do mundo para uma competição que promete impressionar. Florent Manaudou, Josh Schineider, Matt Target, Chistian Sprenger foram alguns dos nomes presentes na coletiva de imprensa do evento, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, no Rio de Janeiro
“É difícil apontar favoritos. Vamos ver o que acontece durante a prova, será bem emocionante de assistir, e neste ano, ainda mais difícil para os atletas, mas eu aposto que os EUA vão ganhar”, disse um determinado e confiante Josh Schineider, um dos fortíssimos velocistas dessa talentosa geração de nadadores americanos, indo direto ao ponto.

Só que os franceses não pretendem facilitar para os americanos, que já levaram o título no ano passado. Quartos colocados em 2012, desfalcados por um atleta que teve problemas de saúde e acabou sendo substituído no meio da competição, eles garantem que têm motivação e força de sobra para tentar levar o título dessa vez.
 “Queremos nadar melhor que da última vez e chegar com a mesma equipe até o final”, afirmou Frédérick Bousquet, ex-recordista mundial dos 50m livre (2009). “E espero ganhar dos EUA, por que não?”, desafiou.
 E quem também comentou sobre a emoção do evento e a vontade do time francês de se superar foi Florent Manaudou, campeão olímpico dos 50m livre em Londres-2012. Velocista versátil, tem tempos entre os melhores do mundo nas provas de 50m livre, borboleta, costas e peito e já pensa nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

“No ano passado esperávamos ficar melhor, sim.”, admitiu ele. “O formato da prova é muito interessante, ainda mais para mim, que realmente adoro nadar os 50m”.

Para o brasileiro Daniel é difícil saber quem  vai ganhar esta briga.  “Não sabemos como os outros atletas estão e portanto não temos como prever”, avisa Orzechowski, líder do ranking mundial dos 50m costas em 2012, único brasileiro que participou da primeira edição do evento, no ano passado. “Ao longo da prova, isso vai ficar mais claro, mas a responsabilidade de todos é igual”.

Diferente de 2012, quando os Estados Unidos foram os vitoriosos, o DESAFIO PIRAQUÊ RAIA RÁPIDA contará não só com a competição por equipes, mas, também, com a categoria individual. No total, serão distribuídos 100 mil reais em premiação. Brasil, Estados Unidos, Austrália e França serão representados por quartetos onde cada nadador é especialista em um estilo (costas, borboleta, peito, crawl), que competirão em provas individuais e de revezamento, sempre nadando no seu melhor estilo.
Os atletas disputam provas eliminatórias, sempre na distância de 50m. Os últimos colocados de cada prova são eliminados da etapa seguinte, até que restem apenas dois nadadores na final de cada modalidade.  

“Este evento é feito para o público”, afirma o diretor executivo da Effect Sport e organizador, Pedro Rego Monteiro. “Estou muito feliz pela participação de todos, certo de que a presença destes atletas e o formato emocionante para quem vai assistir, vai chamar a atenção de novos amantes para o esporte. Os países mais rápidos do mundo estão aqui”, conclui ele.