Translate

quinta-feira, março 13, 2014

A eficiência catalã

(Foto: Reprodução de internet)

   O Camp Nou lotou para ver Barcelona x Manchester City, partida de volta das oitavas de final válida pela UEFA Champions League. Com a boa vantagem de dois gols feita no City of Manchester o time de Gerardo Martino poderia perder por um gol que mesmo assim estaria garantido na próxima fase da Liga.

    O jogo foi morno com o costumeiro toque de bola do Barça até que aos 7' Messi recebeu, driblou Lescott e foi derrubado dentro da área, a torcida catalã pediu pênalti mas o árbitro não deu, o Barça continuou suas investidas e aos 11minutos Messi driblou Yaya Toure, Lescott e Hart, mas o craque perdeu o ângulo e Kompany afastou o perigo. Resposta do City somente aos16 minutos com Kolarov que cruzou rasteiro da esquerda e Milner chutou sem perigo para Víctor Valdés. Aos 18 minutos Fábregas encontrou Messi dentro da área, o argentino tocou para Neymar que sozinho empurrou para o gol, mas este foi anulado porque Messi estava impedido. Aos 35 minutos Pablo Zabaleta tocou para David Silva dentro da área, o espanhol bateu por cima do gol de Valdés, a resposta do Barça veio aos 38 minutos quando Neymar recebeu bom lançamento de Iniesta, tirou o adversário com o domínio de cabeça, entrou na área e chutou para Hart espalmar pela linha de fundo, no mesmo minuto, Messi achou Xavi dentro da área, o espanhol se esticou todo e de carrinho jogou em cima do goleiro inglês, porém o lance mais bonito do 1° tempo foi do City que aos 41 minutos em jogada de Yaya Toure  que lançou Silva, o espanhol deu lindo passe de calcanhar para Nasri, o francês bateu forte nas mãos de Valdés, aos 43' Messi passou por dois marcadores, deixando Neymar em boa situação contra Joe Hart, o craque brasileiro tirou do goleiro e Fernandinho salvou o clube inglês de cabeça em cima da linha, fim de um 1° tempo com bons lances para ambos os lados embora a maior posse de bola do time espanhol.

  O 2° tempo começou com boa arrancada de Lionel Messi pela direita, ele carregou para o meio da área, passou por Lescott e chutou na trave direita de Hart, quase um gol com a cara do gênio argentino. Aos 6 minutos da segunda etapa, o jogo estava elétrico e Dzeko (que entrara no lugar do apagado Kun Aguero no intervalo) aproveitou cruzamento de Kolarov e cabeceou no ângulo direito de Valdés, o espanhol fez incrível defesa, a pressão do Manchester continuou e aos 9 teve novo cruzamento de Kolarov, a bola espirrou na zaga e Zabaleta bateu para fora, Aos 14 Messi chutou a esquerda do gol de Hart, o famoso "tiki taka" do Barça entra em ação e aos 21 minutos, após troca de passes do time catalão, Dani Alves encontra Cesc Fábregas que toca para a Messi, Lescott tenta cortar o passe de Cesc mas se atrapalha e o argentino faz um golaço com sua tradicional cavadinha tirando do goleiro. Mesmo com 1x0 no placar e no agregado 3X0 o time azul grená continua atacando e aos 25' Messi recebeu longo lançamento, dominou e tocou para Xavi chutar forte, Hart fez boa defesa. Aos 32 minutos e mais uma lance duvidoso no jogo, Dzeko passou por Piqué, o espanhol derrubou o bósnio na área e todos os jogadores do time inglês pediram pênalti, na confusão o argentino Zabaleta levou o segundo amarelo e foi expulso por reclamação.
Quando marcava 40 minutos Messi tocou de lado para Fábregas pegar forte e mais uma boa defesa de Hart; mesmo com um a menos e pouco tempo para buscar a classificação, o City empatou aos 44' com Kompany completando de pé direito sozinho para o gol após cabeçada de Dzeko. Já no tempo regulamentar aos 46 minutos, mal comemoravam o gol e os ingleses  já viam Alexis Sanchez encontrar Iniesta na área, o espanhol driblou Hart e tocou para Dani Alves fazer o gol brasileiro da partida, termina o jogo com Barça 2 x 1 City.

    Com este resultado o Barcelona passou para as quartas de final da Liga dos Campeões com um convincente 4 x 1 sobre o Manchester City e mostrou que a eficiência de seu toque de bola refinado continua causando dor de cabeça a seus adversários, já ao eliminado City resta concentrar suas forças no campeonato inglês (já que foi eliminado pelo Wigan na Copa da Inglaterra por 2 x 1 em casa) bastante acirrado com Chelsea, Liverpool e Arsenal como seus principais rivais na disputa pelo título.