Translate

terça-feira, março 04, 2014

Superliga de Vôlei chega a sua fase final no masculino e feminino


O Sesi se destaca em mais uma temporada
da Superliga (Foto: GazetaPress)

Por: Hugo Noronha
Cada ano que passa a Superliga nacional vem se tornando uma das principais potências do vôlei no cenário mundial. Toda temporada que começa, os clubes anunciam reforços vindos do exterior, até mesmo de ligas mais fortes num passado não tão distante. Ao contrário do futebol, o vôlei consegue manter os principais jogadores e oferecem condições para o atleta render ao máximo. Nessa temporada isso não aconteceu, mas isso é algo que vou contar lá na frente.
Vamos começar falando da Superliga Masculina. O time destaque dessa primeira fase, sem dúvidas, é o Sada Cruzeiro. O time mineiro, treinado pelo competente argentino Marcelo Mendes, vem mostrando sua força e lidera a competição com certa folga. O Cruzeiro vem conquistando tudo que disputa. Nas ultimas temporadas conquistou títulos nacionais e internacionais, como o Mundial de Clubes e a recente vitória no Sul Americano, em 2014.
Outros times também vêm mostrando porque merecem estar nos play- offs quartas de final da Superliga 2014. Segundo colocado e com um time bem forte, o Sesi São Paulo dispõe de jogadores de alto nível, como Murilo, o libero Serginho e o levantador Sandro. Além disso, conta com a experiência do técnico quatro vezes campeão da competição Marcos Pacheco.  Times como Campinas Kirin, Vivo Minas, e Moda Maringá, brigam pelo título e promete atrapalhar o campeão Cruzeiro na briga pelo bi campeonato. E o Rio de Janeiro, não vai brigar? O time comandando por Marcelo Franckoviak era, sim, candidato a brigar pelo caneco, mas sofreu muito com questões financeiras, saída dos principais jogadores e ficou distante a chance de lutar pela Supeliga.

Quartas de Final Superliga Masculina:
Vivo Minas  x RJ Vôlei
Vôlei Brasil Kirin x Canoas
Sada Cruzeiro x Moda Maringá
Sesi SP x São Bernardo


Osasco pode pintar como
campeão de 2014(Foto:Divulgação)
Superliga Feminina
Entre as mulheres, o Osasco é o time que vem liderando a competição. Com jogadoras entrosadas e de seleção brasileira, o time comandado por Luizomar de Moura, vem embalado na ponta da tabela e chega muito forte na disputa das quartas de final. Thaísa, Sheila e Adenísia são os destaques da equipe líder da Superliga.
  O seu maior rival nos últimos anos, o Unilever, comandado pelo técnico Bernardinho, vem passando por ajustes no elenco e na formação da equipe. Jogadoras novas integraram o elenco carioca e ainda passam por uma adaptação dentro do clube. Em recente entrevista pós jogo, o técnico afirmou que não vê sua equipe pronta para ganhar o título e prometeu um time melhor para a próxima temporada.  Seguindo a linha dos técnicos de ponta, vamos falar agora do Campinas. O time campineiro é liderado pelo técnico tri campeão olímpico José Roberto Guimarães e promete fazer frente aos principais candidatos ao título.  No elenco, Zé Roberto conta grandes jogadoras, principalmente da ponteira Natália. Quem também pode chegar é o Sesi. Embalado pela conquista da Copa do Brasil de Volei, o time paulista vem crescendo na competição e chega forte nas quartas de final da superliga. Os destaques do time: o técnico Talmo de Oliveira e as campeãs olímpicas Dani Lins e a central Fabiana.
12ª rodada da Superliga Feminina:Brasilia x Osasco
Campinas x Uniara
Sesi SP x Maranhão
Praia Clube x São Bernardo
Pinheiros x São Caetano
Minas x Rio do Sul
Barueri x Unilever