Translate

terça-feira, março 11, 2014

Brasil Champions oferece chance única a golfistas brasileiros de encurtar caminho ao PGA Tour

Jovens talentos do golfe podem chegar ao PGA Tour
se conseguirem vitória no torneio(
Crédito: João Pires)
O Brasil Champions, maior torneio de golfe do continente, oferecerá esta semana, de quinta a domingo, uma chance única a golfistas brasileiros de encurtar sua luta para entrar no PGA Tour, que reúne a elite do golfe mundial. O evento, que acontece pelo segundo ano consecutivo no São Paulo Golf Club, na Zona Sul da capital paulista, faz parte do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, e oferece US$ 800 mil em prêmios - a maior premiação do golfe sul-americano no ano e a maior que já foi oferecida no País. O campeão levará um prêmio de US$ 144 mil.

Mais do que a premiação e pontos para o ranking mundial, o que está em jogo são vagas para o PGA Tour. Os 25 primeiros colocados do ranking do circuito ganham vagas para a elite do golfe, no final da temporada. Já os colocados entre o 26º e o 50º lugar podem disputar outras 25 vagas com atletas do PGA Tour que não terminaram a temporada entre os 125 primeiros de seu ranking.


Apenas dois brasileiros - o gaúcho Fernando Mechereffe e o paulista Alexandre Rocha - fazem parte do Web.com Tour, ou seja, podem disputar todos os torneios da temporada. Outros oito brasileiros disputarão a etapa paulista graças a convites dos patrocinadores. Se ficarem entre os 25 primeiros colocados do Brasil Champions, ganham um convite para disputar a etapa seguinte do circuito, que acontece na semana que vem no Panamá. Se conquistarem outros bons resultados, podem conquistar um cartão para disputar o restante da temporada do circuito de acesso.


Na edição brasileira do circuito do ano passado, o carioca Philippe Gasnier, que terminou em 15o, e o paranaense Odair Lima, que ficou em 17o lugar, ganharam vaga para o torneio seguinte do Web.com Tour. Gasnier acabou jogando outros dois torneios do circuito. "Foi uma experiência fantástica e serviu para ver que não é nada de outro mundo. Me sinto mais bem preparado este ano", diz ele.


O paulista Felipe Navarro, que joga pela primeira vez no Web.com Tour este ano, está bastante confiante. Há dois meses, ele vem treinando cerca de 10 horas por dia no São Paulo Golf Club. "Uma vitória seria excelente, mas quero muito terminar entre os 25 primeiros para obter mais chances de disputar o Web.com Tour e lutar por um cartão para a próxma temporada do PGA Tour", diz ele. Sem bons resultados no torneio, o outro caminho para o PGA Tour envolveria disputar um torneio classificatório no final do ano que daria vagas na temporada seguinte do Web.com Tour, que por sua vez só daria cartões para a temporada 2016 do circuito principal. E disputar o PGA Tour já na temporada 2015 aumentaria as chances de conseguir pontos do ranking mundial para ser convocado para a volta do golfe às Olimpíadas, no Rio 2016.


Uma vitória em um torneio do Web.com Tour deixaria qualquer golfista muito perto da vaga no PGA Tour. O chileno Benjamin Alvarado, que venceu a etapa brasileira em 2013, quando jogou como convidado do patrocinador, não só ganhou vaga para disputar o restante da temporada do circuito como também conquistou no final do ano um cartão para o PGA Tour, tornando-se o primeiro chileno a chegar à elite do golfe mundial.


Além de Rocha, Mechereffe, Gasnier e Navarro, também estão confirmados para o torneio os brasileiros Ronaldo Francisco (SP), Rafael Becker (SP), Lucas Lee (SP), Rafael Barcellos (RS), Erik Andersson (RJ) e Daniel Stapff (PR).