Translate

sábado, abril 19, 2014

SUPERLIGA FEMININA 13/14: Sesi-SP vence o Molico/Nestlé e enfrenta Unilever na final

Equipe da Vila Leopoldina bateu o time de Osasco e enfrenta
a Unilever no próximo domingo (Foto: Alexandre Arruda/CBV)
O Sesi-SP entrou em quadra, neste sábado (19.04), com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo da semifinal da Superliga feminina de vôlei 13/14. Ao Molico/Nestlé (SP), apenas vitória a interessava para seguir vivo na competição. E, depois de um jogão, com lances emocionantes, o Sesi-SP fez valer o mando de quadra e, com apoio da torcida, venceu e está na grande final. O time da Vila Leopoldina venceu por 3 sets a 2, com parciais de 19/21, 21/16, 8/21, 22/20 e 17/15, em 2h20 de jogo.
Com o resultado positivo, o Sesi-SP garantiu a vaga na decisão e enfrentará a Unilever (RJ), que eliminou o Vôlei Amil (SP) na semifinal, por 2 jogos a 0, e assegurou sua classificação. A disputa pelo título será no próximo domingo (27.04), às 10h, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ), já que, entre os finalistas, a equipe carioca teve melhor campanha na fase classificatória. A Unilever foi terceira colocada e o Sesi-SP, quarto.

Na partida deste sábado, a levantadora Dani Lins foi eleita a melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei em lágrimas. A maior pontuadora do Sesi-SP foi também a responsável pelo último ponto da partida. A central Fabiana, que pontuou 16 vezes, foi uma das que mais comemorou a classificação.

"Começamos o campeonato abaixo do que gostaríamos, ouvimos críticas e nós trabalhamos forte e de forma honesta. A nossa equipes soube acreditar em todos os momentos, mesmo nos de dificuldade, esteve unida o tempo inteiro e isso foi fundamental. Eu só queria ajudar a equipe. Eu estava doida para poder entrar na rede, fiz o bloqueio e consegui ajudar da maneira que eu poderia", disse Fabiana.

A oposto Ivna, peça sempre importante nos bons resultados do Sesi-SP durante toda a temporada, também festejou muito a vaga na final e elogiou o seu time. "Nós fomos fortes e corajosas e veio a vitória. Estou muito feliz e esse time é muito guerreiro. Nós merecíamos essa classificação", comentou Ivna, que, neste sábado, marcou 14 pontos.

O técnico Talmo de Oliveira foi mais um a destacar o valor da equipe que comanda. "Nosso grupo esteve muito focado e as meninas foram muito competentes, muito conscientes para fazer esse jogo. Sabíamos doas dificuldades e sair com essa vitória é maravilhoso", disse Talmo, treinador do Sesi-SP.

Pelo lado do Molico/Nestlé, o técnico Luizomar de Moura não escondeu a frustração. "O sentimento é triste. Estamos feridos. O nosso time está acostumado a decisões, estava buscando a 13ª final consecutiva, a oitava sob o meu comando, e trabalhamos muito forte nessa semana. Sabíamos dos pontos fortes da equipe do Sesi, conseguimos colocá-las em dificuldade, mas entramos em dificuldades também. E em um campeonato como a Superliga, não se pode perder a oportunidade, principalmente em uma semifinal", afirmou Luizomar.


O JOGO
O primeiro ponto mostrou o que seria o jogo. Depois de uma bola bastante disputada, o ponto foi para o Molico/Nestlé no bloqueio de Thaísa. O Sesi-SP virou para 2/1 no bom saque da oposto Ivna, mas o time visitante voltou a pontuar e abriu 4/2. O jogo esteve equilibrado e, com as duas equipes muito vibrantes em quadra, a igualdade permaneceu em 8/8. O time visitante conseguiu novamente colocar dois de vantagem em 10/8. Com a oposto Sheilla, o Molico fez a 13/9. Bem no ataque, o time de Osasco fez 17/12. Em uma grande reação, na passagem da central Fabiana pelo saque, o placar ficou apenas um ponto favorável ao Molico (18/17) e o técnico Luizomar de Moura pediu tempo. O final do set foi disputado e, com Sheilla, o time visitante fechou em 21/19.

O Sesi-SP não se abalou com a derrota no primeiro set e entrou com ritmo forte no segundo. No bloqueio da central Ana Beatriz, o time da casa fez 5/2 e ainda aumentou a vantagem para 7/3. O Sesi-SP manteve o bom aproveitamento e, no bloqueio de Fabiana, chegou a seis de vantagem: 11/5. Com a central Ana Beatriz, a equipe da Vila Leopoldina fez 14/8. O Molico/Nestlé reduziu a diferença no placar para 15/12 e forçou o técnico Talmo de Oliveira a parar o jogo. O time visitante encostou ainda mais na reta final do set: 18/16. Mas o Sesi-SP estava determinado e, no contra-ataque de Ana Beatriz, fechou em 21/16.

Ao contrário do segundo set, desta vez o Molico/Nestlé começou pontuando bem e, no bloqueio duplo de Adenízia e Fabíola, fez 5/1. Depois, contando com erros do adversário, a equipe visitante esteve arrasadora e chegou a fazer 7/1. O Molico seguir forte e, no ataque da oposto Sheilla, marcou 11/4. No bonito bloqueio individual da ponteira Gabi, o time de Osasco fez 12/4. No ace da central Thaísa, o Molico/Nestlé colocou 11 de vantagem (17/6). Quando o placar foi para 18/7, Talmo de Oliveira pediu tempo. Mas, no bloqueio de Adenízia, o time visitante fechou, com facilidade, em 21/8.

Mais uma vez, o Molico/Nestlé começou bem o set e abriu 3/0. A vantagem seguiu com a equipe de Osasco em 6/4. No bonito ataque de Suelle, depois de uma bola recuperada pela líbero Suelen, o Sesi-SP chegou ao empate em 8/8. A partir deste momento, a parcial ficou equilibrada, com pequena vantagem para o Molico/Nestlé (14/12). No ace da italiane Caterina, o time de Osasco aumentou a diferença para 16/12. O Molico seguiu melhor e, no potente ataque de Gabi, fez 19/16. O Sesi-SP encostou (19/18) e Luizomar de Moura pediu tempo. O time da casa pontuou e, no erro do adversário, empatou em 20/20. Com mais um erro do Molico, o Sesi-SP virou o placar (21/10) e, embalado pela torcida, fechou em 22/20.

O set decisivo começou com bloqueio da centra Fabiana a favor do Sesi-SP. As equipes empataram em 3/3 e, contando com erros do adversário, o Molico/Nestlé abriu boa vantagem em 6/3. Na troca de quadra, o time de Osasco manteve os três de diferença na frente: 8/5. O Sesi-SP buscou e, com a ponteira Suelle, encostou em 8/7, e, no erro do Molico, o placar ficou igual: 8/8. No ace de Dayse, o time da casa assumiu o comando do marcador (9/8). Depois de uma bola bastante disputada, Ana Beatriz bloqueou e colocou o Sesi-SP em 10/8. O Molico empatou (10/10) virou com ponto de bloqueio (11/10) e, quando colocou 12/10, Talmo parou o jogo. O equilíbrio permaneceu e, na bola da ponteira Mariana, o placar ficou empatado em 14/14. Depois, novamente em 15/15. E, no bloqueio de Fabiana, o Sesi-SP fechou em 17/15.

EQUIPES
SESI-SP - Dani Lins, Ivna, Fabiana, Ana Beatriz, Suelle e Dayse. Líbero - Suellen

Entraram - Carol Albuquerque, Mariana, Neneca, Pri Daroit

Técnico: Talmo de Oliveira

MOLICO/NESTLÉ
- Fabíola, Sheilla, Thaisa, Adenizia, Caterina e Sanja. Líbero - Camila Brati

Entraram - Gabi, Lia

Técnico: Luizomar de Moura