Translate

quarta-feira, abril 09, 2014

SUPERLIGA MASCULINA 13/14: Wallace, poder no ataque do Sada Cruzeiro

Maior pontuador da competição,Wallace é uma das
armas na busca pelo título(Foto: Alexandre Arruda/CBV)
O oposto do Sada Cruzeiro (MG), Wallace, chama atenção pela performance em quadra. Maior pontuador da Superliga masculina de vôlei 13/14, o atacante é uma das armas no ataque do time mineiro, que tem um forte poder ofensivo, na busca pelo título da competição. A final será contra o Sesi-SP, no próximo domingo (13.04), às 10h, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte (MG). 
 
Aos 26 anos, Wallace chega à final com a maturidade que considera suficiente para ajudar seu time a conseguir o objetivo de ser campeão da Superliga.

"A cada ano que passa, todos nós vamos ganhando maturidade e, no meu caso, ganhei uma bagagem nacional e internacional importante no ano passado, com a seleção. Com certeza, chego mais experiente nessa final", disse o confiante Wallace.

Depois de ser campeão da Superliga 11/12, já com o time do Sada Cruzeiro, Wallace viu o título escapar na temporada passada, quando perdeu para o RJX (RJ). Dessa vez, o oposto quer fazer o máximo para ajudar colocar seu time no degrau mais alto do pódio.

"Batemos na trave no ano passado. Eles jogaram bem e mereceram. Agora, nosso time está muito bem, voltou a jogar como no primeiro turno, quando fomos quase impecáveis. Agora temos que colocar em prática o que foi trabalhado durante toda a competição. O grupo todo está muito focado nessa final e estamos bem preparados", explicou Wallace.

Entre os pontos positivos do seu time, o oposto considera o entrosamento um dos principais. "Mantemos uma base há quatro temporadas e isso é muito importante. Tenho certeza que é um detalhe que vai pesar a nosso favor. Muitas vezes, os jogadores se conhecem e sabem o que o outro vai fazer só de olhar", comentou.

E, se o entrosamento em todo o grupo é importante, fica mais ainda quando se trata de levantador e atacante. E, nesse ponto, Wallace só tem o que comemorar.

"Jogo há quatro anos com o William e ele conhece muito bem o meu estilo de jogo. Ele acerta a minha bola e isso facilita muito a minha vida", concluiu o oposto do Sada Cruzeiro.